Com certeza sempre queremos o melhor e mais atual.
Mas existem alguns critérios básicos que podem facilitar sua escolha de módulos fotovoltaicos, e entender com clareza a folha de dados de um equipamento pode ajuda-lo a ter argumentos convincentes que justificam o sua escolha.

Dimensões Físicas: Uns dos desafios no mercado de GD é o espaço físico disponível para a instalação. Examinar qual o tamanho dos módulos pode ajuda-lo preparar o melhor layout de forma a otimizar o espaço disponível.
O exemplo abaixo foi retirado de um datasheet da Canadian Solar do módulo KuMax Dymond 144 células. Veja que em Dimensions você tem as dimensões e abaixo informações como grau de proteção, peso e tipo de conexão.

Coeficiente de Perdas: Isso é algo importante para definir a eficiência do sistema. É claro que temos softwares que auxiliam nesse levantamento de dados, mas é importante saber sobre os coeficientes de perdas, pois o módulo fotovoltaico é  influenciado de maneira significativa pela temperatura ambiente. Quanto menor o fator de perda, melhor e mais resistente seu módulo será a altas temperaturas que provocam perdas consideráveis.

Dados STC (Standard Test Conditions): Os dados de STC de seu módulo traz uma previsão baseada em testes de laboratório ( 1000W/m² com temperatura ambiente de 25°C e A.M de 1,5) e junto a estes dados previstos, temos a classificação de aplicação, tolerância no quesito potencia pico, temperatura de operação e limite máximo de tesão do circuito.

Encontrou sua resposta?