A orientação Ideal para instalações no hemisfério Sul realmente é a NORTE. Pois a maior parcela de irradiação ao longo de um ano é oriunda deste sentido, e, 93% do território Brasileiro é localizado no hemisfério sul.

Como sabemos, são raras as situações que a face NORTE do telhado está direcionada ao NORTE geográfico, sempre temos por menor que seja uma desorientação. Uma forma de contrabalancear estas perdas é reduzindo a inclinação dos módulos. E a inclinação dos telhados estão em torno de 14 – 16°, inclinação está, suficiente para contrabalancear as perdas e ficar com um percentual de perda em relação a melhor situação menor que 1%.

Portanto, em relação a melhor face do telhado (as faces NE ou NW) a diferença de produção para as faces SW e SE, serão muito próximas dos 3%.

A instalação na face Sul não compromete a produção de energia ofertada para o seu cliente, pois em suas perdas globais, já estão incluídas no seu cálculo para definição da potência do sistema.

Resumindo, todas as faces do telhado podem ser aproveitadas, precisamos avaliar a produção de energia do sistema fotovoltaico no global. Não é inviável a instalação de um sistema ao Sul quando essa é a única/melhor opção do ponto de vista técnico. Existem instalações com inclinação contrárias à do telhado para melhor aproveitamento, que custaram muito caro a estrutura de fixação, e ainda reduziu em 20% a área possível de instalação devido à distância necessárias entre as linhas, e isso apenas para se obter 2- 3 % a mais de produção.


Encontrou sua resposta?